Transporte coletivo têm baixas devido a escassez de combustíveis para motores

fila de ônibusDesde essa última sexta-feira dia 25 de maio, combustíveis têm estado muito escassos para inclusive empresas de transporte coletivo que devem manter o contrato com o estado de ceder o direito de ir e vir. Clique para prosseguir a leitura.

Um plano de contingência para o transporte coletivo está em definição desde essa quinta-feira (24 de maio) pelo Governo Federal. Segundo o Executivo local, todas medidas serão avaliadas diariamente, de acordo com o estoque de combustível de cada empresa que atualmente opera no Sistema de Transporte Público Coletivo, que está enfrentando baixa por conta da greve dos caminhoneiros autônomos e não-autônomos em relação a isenção do ICMS pelo petróleo.  Já nessa sexta-feira (25 de maio), algumas empresas tiveram de circular com horário reduzido, e com menor número de ônibus com tanque cheio.

Até o momento, não há nenhuma nova informação sobre o abastecimento de combustíveis para o transporte publico coletivo.

Jonathan Silva

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


× um = 6

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>