Quais são as definições adotadas de motores diesel oleo quanto a diesel geradores

motor diesel refrigerado à bacon oleo diesel para geradoresNesse artigo, você terá disponível toda a definição sobre motores diesel quanto a eletro diesel geradores de motores, quais suas principais características adotadas. Clique para prosseguir a leitura.

Toda a nomenclatura que é atualmente usada pelos fabricantes mais famosos de motores movidos à diesel eletrônicos à diesel, são normalmente encontrados na documentação técnica relacionada abaixo na tabela de dados de motores diesel de fabricantes famosos de diesel, que obedece a notação adotada pela norma DIN 1940 de motores à diesel gerador eletrônicos. Existem ainda normas americanas, derivadas das normas DIN, que adotam notações ligeiramente diferenciadas, porém com os mesmos significados.

 

Notação
Nomenclatura
Definição
D
DIÂMETRO DO CILINDRO Diâmetro interno do Cilindro.
s
CURSO DO PISTÃO Distância percorrida pelo pistão entre os extremos do cilindro, definidos como Ponto Morto Superior (PMS) e Ponto Morto Inferior (PMI).
s /D
CURSO/DIÂMETRO Relação entre o curso e o diâmetro do pistão. (Os motores cuja relação curso/diâmetro = 1 são denominados motores quadrados.)
n
ROTAÇÃO Número de revoluções por minuto da árvore de manivelas.
cm
VELOCIDADE Velocidade média do Pistão = 2s n / 60 = s n / 30
A
ÁREA DO PISTÃO Superfície eficaz do Pistão = pD2 / 4
Pe
POTÊNCIA ÚTIL É a potência útil gerada pelo motor, para sua operação e para seus equipamentos auxiliares (assim como bombas de combustível e de água, ventilador, compressor, etc.)
z
NÚMERO DE CILINDROS Quantidade de cilindros de dispõe o motor.
Vh
VOLUME DO CILINDRO Volume do cilindro = As
Vc
VOLUME DA CÂMARA Volume da câmara de compressão.
V
VOLUME DE COMBUSTÃO Volume total de um cilindro = Vh + Vc
VH
CILINDRADA TOTAL Volume total de todos os cilindros do motor = z Vh
e RELAÇÃO DE COMPRESSÃO Também denominada de razão ou taxa de compressão, é a relação entre o volume total do cilindro, ao iniciar-se a compressão, e o volume no fim da compressão, constitui uma relação significativa para os diversos ciclos dos motores de combustão interna. Pode ser expressa por: (Vh +Vc)/Vc . (é maior do que 1).
Pi
POTÊNCIA INDICADA É a potência dentro dos cilindros. Abreviadamente denominada de IHP (Indicated Horsepower), consiste na soma das potências efetiva e de atrito nas mesmas condições de ensaio.
Pl
POTÊNCIA DISSIPADA Potência dissipada sob carga, inclusive engrenagens internas.
Psp
DISSIPAÇÃO Dissipação de potência pela carga.
Pr
CONSUMO DE POTÊNCIA Consumo de potência por atrito, bem como do equipamento auxiliar para funcionamento do motor, à parte a carga. Pr= Pi Pe Pl Psp
Pv
POTÊNCIA TEÓRICA Potência teórica, calculada por comparação, de máquina ideal. Hipóteses para este cálculo: ausência de gases residuais, queima completa, paredes isolantes, sem perdas hidrodinâmicas, gases reais.
pe
PRESSÃO MÉDIA EFETIVA É a pressão hipotética constante que seria necessária no interior do cilindro, durante o curso de expansão, para desenvolver uma potência igual à potência no eixo.
pi
PRESSÃO MÉDIA NOMINAL É a pressão hipotética constante que seria necessária no interior do cilindro, durante o curso de expansão, para desenvolver uma potência igual à potência nominal.
pr
PRESSÃO MÉDIA DE ATRITO É a pressão hipotética constante que seria necessária no interior do cilindro, durante o curso de expansão, para desenvolver uma potência igual à potência de atrito.
B
CONSUMO Consumo horário de combustível.
b CONSUMO ESPECÍFICO Consumo específico de combustível = B / P; com o índice e, refere-se à potência efetiva e com o índice i refere-se à potência nominal.
hm RENDIMENTO MECÂNICO É a razão entre a potência medida no eixo e a potência total desenvolvida pelo motor, ou seja: hm=e / Pi = Pe /(Pe+ Pr) ou então, hm= Pe / (Pe+ Pr + Pl+ Psp).
he RENDIMENTO ÚTIL Ou rendimento econômico é o produto do rendimento nominal pelo rendimento mecânico = hi .hm
hi
RENDIMENTO INDICADO É o rendimento nominal. Relação entre a potência indicada e a potência total desenvolvida pelo motor.
hv
RENDIMENTO TEÓRICO É o rendimento calculado do motor ideal.
hg
EFICIÊNCIA É a relação entre os rendimentos nominal e teórico; hg= hi /hv.
ll RENDIMENTO VOLUMÉTRICO É a relação entre as massas de ar efetivamente aspirada e a teórica.

 



Jonathan Silva

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


3 × cinco =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>