Entenda como é calculado preços dos combustíveis para consumidores finais

posto de combustível reserva de combustívelNesse artigo, você descobrirá como é formado o cálculo de preço dos combustíveis, clique para prosseguir a leitura.

O preço de combustíveis como o óleo diesel é dado por uma soma de fatores diferentes: além da elevação do preço do combustível quando saí da refinaria, sempre são adicionados impostos, assim como outros componentes e o valor relacionado à comercialização. Que tal poder conferir cada uma das partes de formação do preço final?

1) Taxas da Petrobras:

Isso se refere ao valor investido pelas distribuidoras para a Petrobras quando o combustível sai da refinaria de combustíveis. Ainda nesse valor estão inclusos os custos de produção e também os lucros da Petrobras sobre a carga de combustível.

2) Valor custeado do etanol anidro e também do biodiesel:

A gasolina assim como o óleo diesel que consumimos no posto de distribuição não são os mesmos dos quais a Petrobras repassa às distribuidoras de combustível, pois antes de chegar aos postos de distribuição de combustíveis, o etanol e o biodiesel são adicionados à sua fórmula. A gasolina que vendem nos postos é uma mistura da gasolina que vem da refinaria com o etanol anidro; e o diesel é uma mistura do diesel que sai da refinaria com o biodiesel. O valor adicionado durante a etapa citada é o valor pago por distribuidoras por essas substâncias.

3) Impostos do governo brasileiro sobre combustível:

Os impostos que normalmente incidem sobre o valor da gasolina são: ICMS, CIDE e PIS PASEP e COFINS. Vamos ver o que significa cada um deles quanto o assunto é abastecer?

ICMS: é o imposto recolhido pelos estados e também incide sobre a circulação de mercadorias e prestação de serviços rentados.

CIDE: é o imposto de competência da União federativa, e foi criado para assegurar recursos para investimento em infraestrutura de transporte, tal como projetos ambientais relacionados à indústria do petróleo e do gás e subsídios.

PIS PASEP e COFINS: são os tributos que estão destinados ao pagamento do seguro-desemprego, abono e participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores públicos e privados.

4) Custos e margens de distribuição e revenda:

Já os postos compram o combustível de formula misturada (como explicado no item 2) e definem o preço que será repassado ao consumidor final com base no valor de compra e nos custos associados à comercialização. Este é o valor final do combustível na bomba.

 

Jonathan Silva

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


× cinco = 30

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>