armazenamento

Técnicas armazenar combustíveis

Em muitos locais, o projeto e a instalação de tanques de armazenamento de combustíveis são controlados por normas técnicas criadas, em geral, com dois objetivos: a proteção do meio ambiente e a proteção contra incêndios. Devido às regulamentações, cujas obrigações e isenções variam de acordo com o local, é necessário avaliar e compreender os requisitos específicos do local onde será feita a instalação.

Na América do Norte, as normas de proteção ambiental, em geral, são criadas pelos governos federal e estadual. Diferentes conjuntos de normas aplicam-se a tanques de armazenamento de combustível subterrâneos e superficiais. Essas normas técnicas aplicam-se aos procedimentos de projeto e construção, registro, testes dos tanques e detecção de vazamentos.

Elas também especificam as características de projetos das carenagens, a preparação de planos de prevenção de vazamentos de combustíveis, provisões de fundos para cobertura securitária. Como regra geral, sujeita à verificação pelas autoridades locais, as excessões às normas são concedidas para tanques de armazenamento de diesel, subterrâneos ou superficiais, destinados à alimentação de grupos geradores de emergência nos seguintes casos: 1) Quando a capacidade dos tanques de armazenamento for igual ou inferior à 500 litros (1.320 galões), 2) Quando nenhum tanque isolado tiver capacidade superior a 250 litros (660 galões), e 3) Quando o combustível for consumido no próprio local da instalação (não distribuído).

tabela

Mesmo quando uma instalação estiver isenta de atender a algumas normas técnicas, deve-se considerar que os custos para a limpeza de eventuais vazamentos de combustível podem ser muito altos. Isto é fato, mesmo no caso de pequenos vazamentos, derramamentos resultantes do preenchimento dos tanques além de seus limites de capacidade, etc. Um procedimento que tem se tornado padrão para o armazenamento locais de diesel combustível usado em grupos geradores, sejam eles (os grupos geradores) internos ou externos, é o uso de tanques fabricados por empresas especializadas, certificados, construídos com paredes duplas, instalados sob a base, providos de sistemas de detecção de vazamentos e com sistemas para evitar que sejam preenchidos além do seu limite de volume. Consulte a seção 6, “Projeto Mecânico”, para mais informações sobre o projeto do sistema de armazenamento de combustível.

Proteção contra incêndios

Na América do Norte, em geral, as normas técnicas de proteção contra incêndios adotam ou fazem referência a uma ou mais das normas da Associação Nacional de Proteção Contra Incêndios (NFPA). Essas normas estabelecem requisitos relativos ao combustível, tais como: capacidade de armazenamento interno, sistemas de tubulação, projeto e construção de tanques, localização, contenção e/ou recursos para drenagem de segurança. Consulte a Norma Nº 37 da NFPA, Instalação de Motores Estacionários. As autoridades locais (corpo de bombeiros) podem estabelecer regras mais rigorosas ou interpretar de modo mais rigoroso as normas ou padrões do governo federal.

Fonte: http://www.cumminspower.com.br/

São Leopoldo Diesel – Entrega de óleo diesel para geradores e tanques em comodato.

Ligue: 0800 7704084

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


quatro × = 12

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>