GE têm planos de usar mimetismo para evitar avanço de estações de petróleo concorrentes

plataformas de petróleo invisíveisA GE pensando em um futuro melhor para a riqueza de nossos mares, e possivelmente envolverá a Petrobrás, a nossa campeã petrolífera.

O que muitos pensam sobre petróleo? seria aquele famoso líquido preto que nos pode tornar ricos de uma hora para outra? As pessoas podem acabar fazendo ideias centralizadas de como é o petróleo às vezes não a cor preta, mas as plataformas petrolíferas flutuantes em torno do mar.
A ideia principal é de tornar a paisagem mais original, e entender com mais valores ideais como as coisas funcionam dentre uma plataforma petrolífera.
Ou seja, de acordo com a ideia da GE, serão visualizados apenas os leitos nos oceanos afora. O projeto chamado subsea production, pode levar processos e equipamentos já existentes nas plataformas de petróleo para o fundo dos mares, há um centro de estudos dedicado apenas a essa ideia só no Rio de Janeiro com essa finalidade de pesquisa.
Ou seja, vamos mandar o equipamento a condições hostis para seres humanos, onde a pressão da água é de 300 bar por profundidade, neste local a lâmina d’água têm três quilômetros, seria equivalente a três mil toneladas sob um campo de um metro quadrado…
Tudo deve contar com uma engenharia muito boa para poder ser trabalhado, em altas condições como esta.
Entre muitos fatores que operadoras de indústria petrolífera querem mudar, é sem sombra de dúvidas é pela sua vantagem. A eficiência aumenta muito, o que torna um sistema mais autônomo para corrigir falhas, e exploração de novos horizontes pode se tornar possível com essa tecnologia, assim não teria tanto áreas remotas.
Este é um desafio que a GE e outras empresas tendem a enfrentar ao longo do tempo.

Jonathan Silva

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− um = 3

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>